sexta-feira, 10 de julho de 2009

Subúrbio...


...os serviços, que eram quase que imediatos. Escutava músicas chatas, pegadas a vida fácil. O sonho Libertário está derramado por todo o chão. As portas fecham-me os sentidos do cair da noite. Calçadas bebem o seu vinho. Já sou vagabundo! Então! Não é bom alimentá-los. O frio, Adrenalina! Puxando brasas e tiros, esse foi o meu destino, da mesma cor, com outra flor se o roubo for. As avenidas dos mais caros, descarregadores de assalto mergulham nas perdições de Little Giorgio, novo traficante dos Guetos.

P. Viajei